quinta-feira, dezembro 06, 2007

olhos quase fechados


São as gárgolas do Campo, sempre quietas nunca inertes, que brilham ao sol, que deixam rastos de sombra nas paredes monumentais, que tomam conta daquilo,que nunca estão de bom humor, os geradores de sentimentos.